XVIII Encontro Nacional do CB27 - São Paulo

05 de Fevereiro de 2020 à 06 de Fevereiro de 2020
São Paulo, São Paulo

Nesta quarta-feira (05/02) aconteceu o XVIII Encontro Nacional de Secretários do Meio Ambiente das Capitais Brasileiras, em São Paulo. O encontro, o primeiro do ano de 2020, foi realizado no contexto do evento BIO2020: Perspectivas Brasileiras para o Marco Pós-2020 da Biodiversidade, em São Paulo, e promoveu atividades em torno do tema da arborização. 

Na busca de alinhar as agendas municipais rumo à COP15 da Convenção para Biodiversidade, que será realizada em outubro, na China, secretários do meio ambiente e representantes das capitais aproveitaram as atividades do BIO2020 para conectar a pauta global com a agenda de biodiversidade nas cidades, refletir sobre o papel das capitais na preservação e manutenção da biodiversidade, discutir diretrizes para áreas verdes urbanas e identificar oportunidades de cooperação para os governos locais.

Biodiversidade é uma das grandes pautas ambientais de 2020 pois é quando acontece o a repactuação dos marcos globais da biodiversidade, que vem sendo fortemente prejudicada pela ação do homem no último século É na COP15 que serão revisados os compromissos que os países adoptaram para com a diversidade biológicas por meio das Metas de Aichi.

Realizado na UMAPAZ - Coordenação de Educação Ambiental e Cultura de Paz, no Parque Ibirapuera, o encontro foi inaugurado com as falas de Rodrigo Ravena, chefe de gabinete da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente da Cidade de São Paulo; Edilene de Oliveira, coordenadora de Políticas Ambientais de Fortaleza, representando Águeda Muniz; e Marina Caetano, coordenadora de projetos da Fundação Konrad Adenauer, Rodrigo Perpétuo, secretário-executivo do ICLEI América do Sul.

A reunião apresentou os resultados de 2019, contanto com a compilação de reportes de 13 Inventários de GEE (Salvador, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Recife, Aracaju, Florianópolis, Palmas, Porto Velho, São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, João Pessoa), nove Análises de Vulnerabilidade (Belo Horizonte, Fortaleza, Curitiba, Palmas, Rio Branco, Teresina, São Paulo, Vitória, Rio de Janeiro) e ainda quatro Planos de Ação (Fortaleza, Palmas, Vitória, Rio de Janeiro).

No período da tarde, foram realizadas as eleições para coordenação 2020 do CB27. A Coordenação Nacional terá como titular Bernardo Egas, do Rio de Janeiro, e Luzimeire Carreira, de Palmas, como coordenadora adjunta. Já as Coordenações Regionais terão Aberson Carvalho, de Rio Branco, como coordenador da região Norte; Abelardo Jurema, de João Pessoa, como coordenador da região Nordeste; Gilberto Marques, de Goiânia, para a região Centro-Oeste; Mário Werneck, de Belo Horizonte, para a região Sudeste; e Marilza Oliveira Dias, de Curitiba, para a região Sul.

O primeiro secretário para assuntos ambientais na embaixada da Alemanha, Lutz Morgenstern, encerrou as atividade com uma apresentação sobre a cooperação bilateral entre Alemanha e Brasil na área.

Participaram do encontro secretários e representantes de Belo Horizonte, João Pessoa, Rio Branco, Teresina, Aracaju, Porto Velho, Recife, Fortaleza, Goiânia, Curitiba, Salvador, Rio de Janeiro, Campo Grande, Vitória, Palmas, Belém, Maceió e Porto Alegre.