Relatório do seminário

ENCONTRO REGIONAL CB27 NO NORDESTE

Após os encontros regionais de Manaus e Curitiba, os secretários de Meio Ambiente do Nordeste se juntaram em João Pessoa.

Em antecipação à apresentação de casos de sucessos pelos estados, distintas instituições como o ICLEI (International Council for Local Environmental Initiatives), WRI (World Resources Institute) bem como o grupo C40 de grandes cidades, apresentaram algumas opções para uma cooperação institucional com o grupo CB27. O encontro também contou com a presença do Ministério Nacional do Meio Ambiente, representado por Karen Cope, que apresentou o fundo para projetos de meio ambiente do ministério e indicou caminhos para que as Secretarias regionais possam aproveitá-lo melhor. 

Em seguida, os Secretários de Meio Ambiente das Capitais do Nordeste apresentaram seus maiores casos de sucesso. O primeiro projeto provinha da área de resiliência de João Pessoa. Para minimizar a vulnerabilidade ecológica e resolver problemas socioeconômicos da cidade, um projeto para a revitalização da orla foi iniciado. Um outro projeto concentrou-se em reduzir o consumo energético da cidade, através da introdução de lâmpadas mais ecológicas LED na iluminação publica. Seguidamente, Mauricio Guerra, representante da Secretaria de Recife, apresentou um projeto para a arborização parcial da cidade. A implantação será feita mediante a instalação de áreas verdes ao longo do rio Capibaribe, que não só diminuirá a emissão de gases estufa, mas também ajudará na identificação dos cidadãos com a natureza. 

O Secretario de Meio Ambiente de Teresina, Celto Baratta, começou o segundo dia do Fórum com a apresentação de um projeto para a rearborização parcial da cidade. O objetivo principal é a neutralização das emissões de gás estufa, um resultado do conhecido Corso Teresina que é realizado anualmente durante o carnaval. A inclusão dos cidadãos na implantação do projeto tem como objetivo fortalecê-lo a longo prazo e expandi-lo a mais áreas da cidade.

Em seguida, José Augusto Saraiva, Secretário de Meio Ambiente de Salvador apresentou um programa de arborização urbana cujo lema “verde perto” deve contribuir para trazer a natureza de volta á cidade. Com o objetivo de criar um projeto que desfruta da participação da população, cada cidadã tem a possibilidade de adotar uma árvore e assim assumir parte da responsabilidade.

Com o objetivo de conscientizar tanto a população quanto as empresas e os políticos de Maceió relativamente á uma convivência responsável com o meio ambiente, alguns projetos foram implantados. Raphael Wong, Secretário de Meio Ambiente de Maceió e coordenador regional do CB27, apresentou, entre outros, um projeto de revitalização de praças públicas. Ele salientou a importância de sensibilizar tanto a população, quanto a economia para um crescimento urbano sustentável. 

O último palestrante do segundo dia do evento foi Rondinelli Oliveira, diretor do Departamento de Licenciamento Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal. Ele apresentou, entre outros, um programa que divide a cidade em zonas de proteção ambiental para poder melhor monitorar áreas contaminadas. 

A troca de experiências entre os Secretários de Meio Ambiente das capitais brasileiras do Nordeste gerou, desde a criação do CB27, ampla cooperação entre várias cidades. Isto foi enfatizado novamente por Edilton Nobrega, cujo projeto para o uso de lâmpadas LED surgiu dos encontros com os outros Secretários. O encontro regional do CB27 em João Pessoa terminou com a publicação da Carta de João Pessoa, destacando a necessidade de futuros projetos considerando as mudanças climáticas. O documento foi assinado por todos os Secretários presentes.

Artigo originalmente publicado no site da Fundação Konrad Adenauer.