Bandeira Verde – Capitais pela Biodiversidade

O projeto Bandeira Verde – Capitais pela Biodiversidade compartilha sua data de lançamento com um importante marco: o dia do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho - a data em 2020 é guiada pela temática da biodiversidade. 

Sua proposta é a criação de uma rede de troca de sementes de espécies ameaçadas, garantindo a conservação da flora brasileira em risco de extinção e propondo o seu uso sustentável. 

A iniciativa é alinhada com um dos princípios do Fórum CB27: cooperação nos temas da biodiversidade e restauração. Também reforça o importante papel e compromisso dos governos locais com a agenda de biodiversidade, em um momento estratégico, dado que a próxima Conferência das Partes (COP15) da Convenção da Diversidade Biológica (CDB), que acontecerá em 2021, na China, tem como objetivo estabelecer novas metas globais para a conservação da biodiversidade.

Formado por secretários do Meio Ambiente das 27 capitais brasileiras, o Fórum CB27 acredita que o papel dos governos locais para a governança e promoção da sustentabilidade urbana é fundamental para a concretização de ações em escala global.

Com a intenção de garantir a diversidade genética e a sustentabilidade das áreas restauradas, o projeto terá Coordenações Regionais, responsáveis por identificar as espécies ameaçadas locais e viabilizar a produção de mudas, criando uma base sobre matrizes e sementes e disponibilizando-as para serem usadas pela população.

Mensalmente, as capitais brasileiras anunciarão quais espécies possuem para realizar as trocas, que terão as suas sementes enviadas para as cidades solicitantes. Os municípios que aderirem à  iniciativa receberão a Certificação Ecológica Bandeira Verde.

Além do intercâmbio de material genético através de sementes, o projeto possibilita ainda a troca de conhecimentos. Nesse sentido, o Fórum CB27 pretende estabelecer parcerias com instituições públicas ou privadas que demonstrem interesse pela replicação do Bandeira Verde.

Referência na produção de sementes de espécies ameaçadas de extinção, o horto Carlos Tolledo Rizzini, localizado na Barra da Tijuca (RJ), será reestruturado para se dedicar totalmente ao projeto Bandeira Verde, mostrando o potencial de envolvimento da população e conscientização em relação às espécies típicas de cada região.